quarta-feira, 10 de agosto de 2016

Vilancete Castelhano de Gil Vicente - Carlos de Oliveira




(10 de agosto de 1921 – 1 de julho de 1981)



Vilancete Castelhano de Gil Vicente

Por mais que nos doa a vida
nunca se perca a esperança;
a falta de confiança
da morte é conhecida.
Se a lágrima for cumprida
a sorte, sentindo-a bem,
vereis que todo o mal vem
achar remédio na vida.
E pois que outro preço tem
depois do mal a bonança,
nunca se perca a esperança
enquanto a morte não vem.

1 comentário:

Mar Arável disse...

Carlos de Oliveira
sempre